Regulamento

O Summer Cup também é competição.  A maior parte das equipas aproveita o Summer Cup para preparar as equipas para a época seguinte inscrevendo as equipas no escalão acima e assim confrontar-se com níveis de jogo mais evoluídos e as regras específicas desses escalões.

Por outro lado, o planeamento da competição prevê a realização do maior número de jogos possível para todas as equipas independentemente da sua classificação.

Normalmente todas as equipas fazem cerca de 9 jogos.

Na primeira e segunda fases da competição os jogos são a 3 sets obrigatórios. O primeiro e segundo sets até aos 25 pontos e o terceiro até aos 15.

Na Fase final (cruzamentos e jogos que definem a classificação final) os jogos são a 5 sets.

No planeamento dos quadros competitivos a organização define quais são as séries pela previsão do nível de jogo das equipas aquando das inscrições no evento. Este procedimento é baseado no ranking dos campeonatos nacionais desse ano e na experiência organizativa.

A chave dos quadros competitivos é exclusiva do Summer Cup e promove o aumento do equilíbrio competitivo à medida que a competição vai avançando.

A arbitragem durante o torneio é realizada por maioritariamente por árbitros oficiais.

A fim de promover uma competição saudável.

Neste sentido todos os treinadores, dirigentes e atletas deverão ter comportamentos de elevado espírito desportivo com estes jovens árbitros que são o verdadeiro motor do torneio e sem os quais seria impossível realizar torneios deste género, com a realização, durante 5 dias, de cerca de 650 jogos em mais de 33 campos em simultâneo

Regulamento Específico

Infantis (U14) e Iniciados (U15)

Competição de Infantis (U14) e de Iniciados (U15)
  • Não é obrigatório a troca de jogadores
  • É possível realizar seis (6) substituições durante um set
  • Não é permitida a utilização do libero

Cadetes (U16) e Juvenis/Juniores (U19)

Competição de Cadetes (U16) e de Juvenis/Juniores (U19)
  • É permitida a utilização do libero